Springe direkt zu Inhalt

Novo projeto da DFG “Futebol como espaço de pertença” (no Brasil) de Prof. Dr. Stephanie Schütze, 2017-2020

Notícias de 13.09.2017

O projeto “Futebol como espaço de pertença: equipes de futebol amador de migrantes latino-americanos no Rio de Janeiro e em São Paulo” subsidiado pela DFG (Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa) analisa a formação de espaços de pertença no contexto de migração e futebol amador. Dirigido por Prof. Dr. Stephanie Schütze do Instiuto de Estudos Latino-Americanos da FU Berlin isto será investigado etnograficamente no exemplo de equipes de futebol amador de migrantes peruanos e bolivianos nas metrópoles brasileiras do Rio de Janeiro e de São Paulo. O objetivo é de analisar a importância social de futebol como prática transcultural cotidiana dando uma atenção especial às diferenças de sexo entre equipes de futebol amador femininos e masculinos (duração do projeto: 2017-2020).

62 / 95